Modelo de redação sobre A Realidade do Policial

Modelo de redação sobre a realidade policial no Brasil. Tema quentíssimo!

Tipo de estrutura: moderna (os tópicos são respondidos diretamente). Recomendo usar se estiver no “sufoco”, ou seja, se o tempo de prova estiver apertado. Fora essa situação, usar o modelo de estrutura híbrida.

Tópicos:

  1. O policial como cidadão
  2. O aumento de suicídios entre policiais
  3. O que o Estado pode realizar para melhorar a qualidade de vida do policial

O Policial como cidadão

Dentro de um país em que se vive uma Constituição Cidadã, a valorização do policial é imprescindível para a população ter uma efetiva segurança pública. Assim, faz-se necessário estimar a vida daqueles que estão em contato com os principais “dramas” de uma sociedade, tais como: combate às drogas, violência doméstica, depredação do patrimônio público, resolução de diversos conflitos, etc. Para isso, de acordo com o especialista em Direitos Humanos Ricardo Balestreri, é importante que o policial seja considerado pelo Estado e pela sociedade civil como cidadão, ou seja, como um profissional, assim como outros, que tem deveres e direitos. Portanto, é importante assegurar-lhe o princípio da dignidade humana, para que exerça sua profissão de forma qualitativa.

O aumento de suicídios entre policiais

Contudo, o que se verifica, na prática, são policiais estressados, mal treinados e que estão sob constantes tensões (perigo de vida, susceptíveis a atos de corrupção). De acordo com diversas pesquisas acadêmicas, há crescimento da taxa de suicídio entre policiais militares e civis. Ademais, conforme pesquisa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, ¼ dos policiais entrevistados admitiram pensar em suicídio. Nesse sentido, os dados mostram preocupação, uma vez que aponta para um quadro de desintegração social, de acordo com o sociólogo Durkheim.

O que o Estado pode realizar para melhorar a qualidade de vida do policial

Portanto, para que haja valorização do policial e qualidade na prestação de seu serviço à coletividade, o Estado brasileiro deve garantir apoio e acompanhamento psicológico a esses profissionais, para que eles se sintam compreendidos em sua subjetividade e encontrem equilíbrio no exercício da profissão. Outrossim, é importante que os estados garantam salários dignos e os entes da federação se esforcem para produzir políticas públicas que diminuam as desigualdades, grande causa dos problemas sociais. Assim, o policial terá qualidade de vida e contribuirá para que a sociedade tenha uma segurança pública melhor.

Faça sua inscrição no meu canal do YouTube Professor Raphael Reis

Telegram profrapha (materiais exclusivos)

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *