Modelo de redação sobre Tecnologia e Segurança Pública

Modelo de redação sobre tecnologia e segurança pública: este tema é quentíssimos para os concursos da área policiais.

Banca: Cebraspe

Tipo de estrutura: moderna (os tópicos são respondidos diretamente)

Tópicos:

  1. Disseminação de tecnologias no combate aos crimes.
  2. A possibilidade das novas tecnologias restringirem direitos civis.
  3. Ações que as instituições policiais devem adotar para utilizar a tecnologia de forma positiva.

Disseminação de tecnologias no combate aos crimes.

Inicialmente, destaca-se que os recursos tecnológicos podem facilitar o trabalho dos policiais, de modo a consolidar o princípio constitucional da eficiência. Nesse sentido, a informatização da polícia é essencial às atividades de prevenção e de investigação, como se pode observar nos resultados positivos da ferramenta de reconhecimento facial que, utilizada em alguns estados, já reconheceu diversos infratores foragidos. Outra tecnologia importante é o uso de “drones”, que pode poupar a exposição do policial em operações, uma vez que consegue mapear, com precisão, o território e as atividades suspeitas. Dessa forma, a disseminação de tecnologias pode combater, com eficiência, diversos crimes.

A possibilidade das novas tecnologias restringirem direitos civis.

Por outro lado, é importante que as tecnologias de combate aos crimes sejam utilizadas de forma correta, para que não haja restrição dos direitos civis. Nessa perspectiva, toda tecnologia é falha e, como depende do manuseio humano e de alimentação de dados de referência, a exemplo do reconhecimento facial, pode reforçar determinados estereótipos sociais e até mesmo confundir características físicas semelhantes. Como alerta o instituto de pesquisas MIT, o sistema de reconhecimento facial registra taxa de erro de mais de 1/3 com mulheres negras.

Ações que as instituições policiais devem adotar para utilizar a tecnologia de forma positiva.

Portanto, as tecnologias devem ser realizadas com prudência raciona que, segundo o filósofo Aristóteles, trata-se de virtude essencial. Para isso, as instituições policiais devem oferecer cursos de formação aos agentes que irão manusear as ferramentas tecnológicas, para que se evite erros e haja respeito aos direitos civis. Ademais, é importante que as tecnologias implementadas pelos estados não possuam caráter de letalidade, com o intuito de preservar a vida e os direitos humanos previstos na Constituição brasileira.

Gostou deste conteúdo! Compartilhe com os amigos

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. fellipe disse:

    é somente a resposta as aspectos ou seria um modelo de redação para a proposta como um todo? digo isso pq não houve introdução e conclusão.

    • Raphael Reis disse:

      Olá, Felipe!
      A banca Cebraspe permite a estrutura moderna, sem introdução e sem conclusão. Contudo, pode ser utilizada, também, a estrutura clássica. Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *